Problemas de peso em crianças é algo cada vez mais crescente no mundo. Crianças com problemas de peso/obesidade podem ter essa fase de sua vida prejudicada – doenças, ao estresse, depressão. O pior é que pode acarretar péssimas consequências para a vida adulta.

A forma como a família lida com a alimentação é como a criança aprende a se alimentar em geral.

Neste post, aprenda as 10 dicas para evitar a obesidade infantil:

1. Família em prol da alimentação. Comer saudável é um dos melhores caminhos para evitar a obesidade. A criança aprende a comer com a família. Não basta mandar somente os filhos!

2. Reduzir guloseimas. O que a criança anda comendo? Muitas vezes, a família é exageradamente relaxada com aquilo que os filhos comem. Chocolate, refrigerante, salgadinhos, “fast food”, doces não podem fazer parte da alimentação diária da criança.

3. Para matar a sede: água. Os pais não devem incentivar que a criança beba sucos e refrigerantes no lugar de água. O que mata a sede é água! Os pais precisam incentivar o hábito de beber água.

4. Mantenha a criança ativa. Quanto tempo a criança fica em frente da televisão, computador? Qual atividade física ela faz? Que tal um esporte bacana para a criança fazer?

10 dicas para evitar a obesidade infantil

5. Pratos divertidos. Tentar trazer a dimensão lúdica para a alimentação pode ajudar a criança a ter mais facilidade para comer legumes, frutas e verduras. Cozinhar com as crianças pode contribuir para que elas comam de forma mais saudável.

6. Não prometa comida em troca de nada. Um dos maiores erros dos pais é prometer guloseimas como forma de recompensá-las por ter feito algo – seja por um bom comportamento, por ter cumprido uma tarefa. Isso não é ter o controle da educação da criança!

7. Rotina. A criança precisa seguir uma rotina de vida de forma geral. Ter horários para comer, para dormir, para brincar. Isso não quer dizer que não se possa ser flexível, mas que a vida de uma criança não pode ser uma bagunça.

8. Supermercado mais saudável. As escolhas saudáveis da criança abrange necessariamente aquilo que os pais colocam dentro de casa. Biscoito recheado, chocolate, salgadinhos, refrigerantes, balas doces devem ser evitados. Não é para não ter nunca, mas para não exagerar.

9. Programas de fim de semana mais saudáveis. Que tal trocar o shopping por caminhadas no parque, andar de bicicleta, patins, brincar com outras crianças? A família é quem precisa incentivar programas saudáveis.

10. Promova a autoestima da criança. Nunca deixe de apontar os pontos positivos da criança e incentivá-las. Para que elas se sintam importantes: amor e carinho.

Mudanças do estilo de vida da criança são suficientes para evitar a obesidade infantil e promover melhor qualidade de vida.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)