Já assistiu a Tropa de Elite? Com 90% de certeza, você já assistiu essa obra prima do cinema nacional. Gostar ou desgostar desse filme é um outro papo, mas que ele é bom, é sim. E mesmo quem não gosta, achamos que vai ser interessante conhecer algumas curiosidades do filme.

Curiosidades do filme Tropa de Elite

O filme “Tropa de Elite era originalmente um projeto de documentário, derivado de Ônibus 174 (2002), tendo o BOPE como tema principal. BOPE significa Batalhão de Operações Policiais Especiais.

Para preparar o filme José Padilha trabalhou dois anos em investigações com a colaboração do BOPE, psiquiatras da PM e ex-traficantes. Para compor os personagens, José Padilha entrevistou e ouviu histórias de 15 policiais, que conheceu depois que fez “Ônibus 174” (2002).

Filme Tropa de Elite

Tropa de Elite, osso duro de roer! (Foto: divulgação)

Tropa de Elite: livro e adaptação?

Apesar das contribuições do ex-capitão do BOPE, Rodrigo Pimentel, que escreveu em parceria com o sociólogo Luis Eduardo Soares o livro “Elite da Tropa”, Padilha afirma que o filme não é uma adaptação do livro.

Curiosidades das filmagens e do elenco do Tropa de Elite

A escolha do elenco foi feita por Fátima Toledo. Todos os atores que são policiais no filme receberam treinamento de ex oficiais do BOPE, como Paulo Storani. Este, por sua vez, teve o nariz quebrado por Wagner Moura em um exercício que o ex capitão do BOPE usou para ajudar o ator a entrar no personagem do Capitão Nascimento.

Em novembro de 2006 traficantes do morro Chapéu Mangueira, onde as filmagens eram feitas, seqüestraram parte da equipe que trabalhava no filme e roubaram as armas cenográficas. 59 delas eram réplicas e 31 verdadeiras, adaptadas para tiros de festim. As filmagens foram paralizadas por cerca de duas semanas.

Escolhido como o filme de abertura do Festival do Rio 2007.

Pirataria do Tropa de Elite

Após ter a equipe sequestrada e as armas cenográficas roubadas durante as filmagens de Tropa de Elite, o diretor José Padilha teve uma cópia pirata do filme circulando antes de sua estréia nos cinemas. A cópia, que não era a edição definitiva do filme, foi vendida em camelôs 2 meses antes do lançamento. E mesmo assim , o filme já é uma das maiores bilheterias da história do cinema brasileiro.

(Fonte: www.adorocinema.com.br)

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)